Portas: o caminho da faculdade e dos estágios

Hoje, durante uma aula, sentei com uma amiga para conversar sobre faculdade e principalmente sobre estágio. Ela estava angustiada. E Essas conversas são muito boas, às vezes raras. Muitas vezes não trocamos idéias com os amigos sobre os estágios em si, o que aprendemos ou o que eles proporcionam. Só comentamos que trabalhamos em tal lugar e pronto. Resumimos com: “tá bem legal lá”.

E nessa nossa conversa, começamos a pensar o quão difícil é chegar onde queremos chegar. Ter um sonho é traçar um caminho cheio de portas trancadas. Com o tempo, você arruma as chaves para tentar abrir essas portas. Depois das tantas tentativas, aí então consegue-se abrir uma ou muitas delas.

O legal é que quanto mais trabalho dá, mais recompensador é. Certo, querido leitor?

Agora pensamos no jornalismo. A discussão da necessidade do diploma de jornalismo vira e mexe vem à tona e a verdade é que ninguém pode negar que há muitos jornalistas maravilhosos nesse mundo que nunca colocaram o pé na faculdade. Exatamente por isso, a questão não é se a graduação é essencial para exercer a profissão ou não.
Essencial mesmo é o que você faz na faculdade. Ou melhor, o que você faz paralelamente ao curso. Os contatos que você estabelece, os projetos que você abraça. Só assistir as aulas, não garante o jornalismo de ninguém.

E a partir desses contatos a gente começou a pensar nos estágios. Puxa, quantas vezes conhecemos uma pessoa ao acaso e essa vai nos dar a chave para abrir uma porta lá na frente. Outras vezes, conhecemos dez pessoas que acabam não sendo as certas para nos ajudar. Mas é isso aí, tentativas! Um dia na vida, a gente aprende que quanto mais contatos melhor. E não é essa bobeira de conseguir estágio fácil por indicação. Pois para conseguir uma boa indicação, tem que se batalhar muito.

Se você fez um bom contato, você conquistou essa pessoa com o seu trabalho e mostrou a ela de alguma forma, que você é capaz de alcançar seu sonho.
E a partir de uma corda de confiança você constrói várias outras.

Daí a gente voltou no raciocínio da Facul.

Faculdade, acima de tudo, é feita pelo ambiente em ela está inserida. Olhar além das aulas e das pessoas que estão na sala é construir um laço de amizade e de profissionalismo. E o bacana é mergulhar sem medo de depois, valer a pena ou não. Se entregar mesmo. Sem preguiça.

No caso dos estágios, eles valem a pena pelo aprendizado e o laço de contatos que se faz. Independente do sálario.

Ir atrás dos sonhos é difícil, mas fica bem mais fácil quando se tem vontade de ir atrás deles.

Vontade. Vontade. Vontade.

Se der errado não importa. É a famosa frase, o máximo que você pode receber é um: Não!
E o melhor de tudo, você tem grandes chances de conseguir um: SIM!
Hoje, Clara trocou uma matéria por uma conversa que rendeu mais do que qualquer disciplina. Porém ela não está incentivando ninguém a matar aula, e sim a seguir seus sonhos, rs.

Anúncios

4 comentários sobre “

  1. Ai Clarinha.. tá foda… tá fosa arrumar estágio, tão faltando esses tais contatos.. hehe deve ser por isso que seu post mexeu tanto…

  2. Clarinha é isso aí!!! Não podemos desistir no primeiro tropeço, nem no primeiro “não”…. a gnt vai ouvir “não” pelo resto da vida e , cada um deles, tem que ser um reforço pra continuarmos!!! Pra chegarmos ao tão esperado “SIM”!Você também me ensinou que tempo e experiência pra fazer as coisas que queremos é o de menos… o que interessa mesmo é a VONTADE!BjinhoJu

  3. Como eu te disse na sala, Clara… a sua foto me dá medo. :PParece do filme “O Iluminado”… E essa de estágio é foda… Ao mesmo tempo que tem uma pressão da sociedade pra te fazer trabalhar logo, muitos dizem (e eu acho correto) nos dedicarmos aos estudos, se não estamos realmente precisando de dinheiro. Mas, ah… o mundo não vai esperar…

  4. Acho fundamental o diploma nos dias de hoje. Porque os jornalistas que vêmos hoje, que são bons e não tem diplomas, são os dinossauros que começaram numa época completamente diferente da nossa. Qual é o cara que tem menos de 40 anos, que é jornalista, é bom e não tem diploma? Se você me indicar um eu te dou um Bis! É difícil saber lhe dar com esse múltiplo número de mídias sem uma base teórica, intelectual e ética consistente. Mas estágio é foda, mas mais foda ainda são os nossos sonhos, pq mais difícil que achar um estágio EM jornalismo, é achar um estágio que lhe encaminhe para o seu sonho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s