Gripe

Na vida…há coisas que não tem preço.

Dormir à tarde quando se está com gripe, é uma das melhores sensações do mundo.

Fazia muito tempo que eu não dormia a tarde. Há toda uma pressão inconsciente para não dormirmos durante o dia – o período de trabalho, estudo, ação.

Há muito tempo não pegava uma gripe. Nesse frio, quase todo mundo de Sampa pegou o vírus. Eu vivo falando para uma amiga minha que ” esse povo de São Paulo só fica doente”. Talvez por causa da correria, poluição, falta de tempo para comer direito.

Esse fim de semana me tornei paulistana…..fiquei com gripe.

Daquelas que derrubam, que lacrimejam os olhos.
Por coincidência, nesse fim de semana, meus pais estavam por aqui.

Não há coisa melhor que estar com gripe com a mamãe do lado.

Com ela, os sintomas se multiplicam.
E com isso ganharmos sopinha, chá e café feito na hora.

Quando ela foi embora, me tornei a dona da minha gripe. E por isso a coloquei para dormir.
Ao acordar, lembrei de coisas que trazem sensações igualmente boas como dormir em um dia de resfriado. O mais engraçado foi pensar que uma grande partes dessas boas sensações a gente fazia muito quando…

Era criança…e a melhor coisa do mundo era….

Assistir sessão da tarde no SBT, embaixo das cobertas,

Quando a anergia elétrica da rua acabava, acendíamos velas por toda a casa, desligávamos a tv, reuniámos toda a família e dávamos boas risadas,

Quando tínhamos uns 13 anos, íamos com uma turma da escola no cinema de Araçatuba, e eu ficava sabendo que o menino que eu mais gostava do mundo iria também,

Tocava a música preferida no rádio,

Andávamos de bicicleta com meu pai,

Fazia frio em Araçatuba…e frio mesmo, isso sempre foi raro.

Minha irmã do meio fazia bolos com cobertura de brigadeiro,

Observávamos minha mãe molhar o jardim de casa com a mangueira,

Ríamos de ver minha irmã mais velha chorar de tanto rir,

Há coisas que não precisam de tempo ou pressa…
Só de uma boa companhia ou um bom sentimento mesmo…

Viver como adulto, às vezes, restringe nosso coração de criança.
Hoje fazemos coisas igualmente simples e maravilhosas.

E por vezes, evitamos de fazê-las ou sentí-las para não pararmos de pensar, digitar ou trabalhar. Nos sentimos culpados.

Mas são essas coisas que mais importam na vida, que ficam gravadas…
Coisas bobas e belas.

A gripe?
Um gancho…. que trouxe à lembrança, boas saudades.

Anúncios

4 comentários sobre “

  1. Q bom q sua gripe teve um lado positivo…isso se nariz escorrendo, dor de garganta, dor de cabeça e corpo mole pode ter algo de positivo…mas suas lembranças são tão lindas quanto inocentes!!! Aii essa ternurinha sempre arranja um jeitinho de encantar a tds!!!Bjaooo mor

  2. Clarinhaaaaa! Coisa lindaaa esse seu texto…tudo que é ruim, tem um lado bom, como a gripe e faltar na escola pra ver televisão, comer bolo de chocolate e coca-cola! rsrsrsrsrs…Beijooos e melhora da gripe, xu!

  3. Clarinhaaaaa! Coisa lindaaa esse seu texto…tudo que é ruim, tem um lado bom, como a gripe e faltar na escola pra ver televisão, comer bolo de chocolate e coca-cola! rsrsrsrsrs…Beijooos e melhora da gripe, xu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s