Até amanhã

Um dia em que você possa dizer – amanhã vou viajar.
Em que o telefone toque e você aceite – me encontre lá.
E que o seu caráter de um sujeito gentil seja acentuado.
Mas que a sua fase de fazer papel de bobo seja enterrada.

Que você finalmente aprenda a fazer as malas.
E consiga não levar nem um agasalho naquela cidade que não faz menos de 35ºC
Que você pare de girar a barra de setas do msn a cada dez minutos, para ver se entrou mais alguém.
Ou de atualizar a sua caixa de e-mails, mesmo sabendo que ela atualiza automaticamente.
Que você não interrompa mais uma conversa com alguém que está na sua frente, para atender o celular.

Nesse dia você não falará mal de ninguém,
Mas se estiver furioso, irá reclamar sem cautela. E depois parar.
E vai dizer em poucas palavras muito mais do que falaria em blá, blá, blá.

Você não será pão-duro. Não ficará falando de dinheiro pra lá e pra cá.
Não vai querer se parecer com os outros também.
E vai ficar com seus amigos. Você sabe quem são seus amigos.

Não vai se achar fútil porque se derrete em comédias românticas.
Tome sorvete no pote. Você sempre quis fazer isso.
Diga a quem você gosta, que gosta.
Dê bola, cultive, preserve.

Pode assistir tv. Não é crime.
E pode também falar o óbvio – comer pipoca em dia de chuva.
Tire fotos diferentes. Loucas.
E curta esse dia.

Amanhã, faça as malas e viaje.

Anúncios

6 comentários sobre “

  1. Seus textos não são bons!São maravilhosos, continue demorando pra escrever assim, ou então faça mais rápido e mais, e mais textos!bjo Clara Clarinha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s