.
A dúvida de uma concha
.
Ela acabara de completar 21 anos. E quando se tem 21 anos, todos ao redor parecem ter 19,18,17 . Ninguém é mais velho que 21, acredite.
E então ela reclamou baixinho, mas riu ansiosa por saber como seria chegar a tal idade.
Sua amiga de 24 anos ofereceu-lhe um café, e ela logo pensou – “logo eu também serei 24”.
E seu amigo de 40 ,notou que algo a incomodava – a idade, a pouca idade.
-“Pare com isso vai, viva o momento!”.
Viva o momento. Ela ouve isso desde os 16.
Não só dos outros, dos livros e músicas como de todos os signos do horóscopo.
Mas este é um bom conselho de ser lembrado. Sempre.
E então ela foi pra casa.
No caminho, ouviu música e sorriu por vezes ao pensar que estava em uma boa fase de sua vida, que tinha perdido os 5kg; que comprou aquele cd antigo que o seu amigo recomendou há meses e que finalmente encontrou um amigo guitarrista para ajudá-la a tirar da estante, o velho violão.
Mas ela tinha 21. Já, 21.
E ainda tanta coisa que gostaria de fazer….
No elevador até o seu andar, ela lembrou que precisava engraxar suas botas para que elas novamente se fingissem de novas.
E ao abrir a porta, percebeu que não tinha vivido ‘o momento’ na caminhada até a sua casa. Não observou as ruas e os skatistas que se mostravam em manobras malucas na avenida e nem os poucos trabalhadores que ainda trocavam o piso da calçada da paulista.

21 anos. Ainda restava o banho.

Ela ligou o chuveiro e ao girar a torneira de água fria pensou no que iria jantar.

Não. Não.

Tentou de novo. Água quente.

O aquecedor começou a funcionar. A água foi caindo e passando rapidamente pelos seus cabelos e ouvidos. Forte. E a água trazia um som. Grave, alto. Um zunido estreito.

E ela recordou de uma grande concha que havia na casa de sua avó, que quando colocada nos ouvidos, trazia o som do mar. Um som distante, infinito. Impossível de saber o seu fim ou começo.

Ela era criança e nunca entendeu o por quê, mas a concha cantava.

E essa antiga lembrança a fez parar. Parar de pensar nos seus 21 anos e no que gostaria de fazer nas próximas duas horas.

Enquanto a água caia, ela não pensou.

E quando a água parou de cair, a concha também não emitiu mais som.

E lá estava ela, com seus 21 anos e uma multidão de possibilidades.

Assim, enxugou-se e começou a pensar novamente, até que viu dois ingressos que tinha ganhado de um amigo para ir em um show de uma banda que queria ir desde os 15. Há umas semana ele insistia para que ela fosse, e ela prometeu pensar.

Na dúvida, lembrou da concha e do incerto destino da sua música.

– “Viva o momento” – diria seu amigo.

21 anos.

Ela discou rapidamente os números no telefone:

– ” O show, ainda dá tempo de sentarmos na frente?”

Anúncios

7 comentários sobre “

  1. Aiai, como eu gosto de “visitá-la” aqui… 21 anos e tanta história pra contar já! Tanta coisa pra ensinar… Mas melhor é saber que ela “sorriu por vezes ao pensar que estava em uma boa fase de sua vida”!!Bom feriado amoreco!!!Bjinho

  2. Oi, Clara!Gostei de alguns posts do seu blog. São bem sensíveis e, por que não?, sinestésicos. Senti graça em suas palavras. Abraço cordial, colega!

  3. Gente, sabe que tô sentindo a mesma coisa que vc, Clarinha…. cheguei a querer me enganar acreditando que ia fazer 20, mas não, em breve é 21 mesmo…. muitas saudades de vc!!! um grande abraço!!!!

  4. Como você escreve bem… eu imagino a moça a rua, tudo!!!Parabens… voltarei mais vezes prometo!!!Respondi o email viu?!E te add no msn!!!C cuida bjão.

  5. Caraca , suas sílabas penetraram em meu abstrato de maneira cirúrgica , suas palavras permeadas de sutileza fixaram a idéia de que o HOJE é a coisa mais importante para se ter o AMANHÃ desejado , texto leve , porém persuasivo ao extremo , parabéns .

  6. Caraca , suas sílabas penetraram em meu abstrato de maneira cirúrgica , suas palavras permeadas de sutileza fixaram a idéia de que o HOJE é a coisa mais importante para se ter o AMANHÃ desejado , texto leve , porém persuasivo ao extremo , parabéns .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s