Olimpíadas 2016: Contra ou a favor?

Não quero fazer parte do time que está torcendo para que tudo dê tudo errado nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro para me gabar e dizer: eu avisei! Não vou dar esse gosto ao presidente Lula que faz questão de dedicar discursos aos pessimistas de plantão. Também não vou levantar a bandeira do patriotismo e proclamar que com o investimento de R$28 bilhões na realização do evento, tudo no país irá funcionar.

É impossível ser totalmente contra ou a favor dos jogos olímpicos no Brasil. Engraçado que algumas pessoas se sentem acanhadas ou até culpadas por ainda não terem definido uma posição exata sobre a situação. Não há o que decidir e eu vou explicar o por quê.

O incentivo à formação de novos atletas virá de forma inédita no país. Não é obrigatório que o país sede das Olimpíadas ganhe medalhas de ouro em todas as modalidades, porém ele não vai querer fazer feio diante de todo o mundo. A ambição é canalizar os esforços na busca de craques que provem que a própria nação, que podemos sim, ser uma potência olímpica.

Já o setor turístico em 2016 deve aumentar em 15% em relação a 2015, de acordo com a EMBRATUR (Instituto brasileiro do turismo), principalmente pelo Rio de Janeiro ser a o principal destino turístico do Brasil, ocupando 35% das preferências dos estrangeiros. Com o investimento em infra-estrutura, a economia também vai comemorar. Muita gente já fala até em diminuição das favelas e dos índices de violência, melhora no sistema de saúde e ampliação do sistema público a fim de integrar as diversas regiões da cidade. Com tantos benefícios, o Rio, que já foi capital do país, poderá novamente ser motivo de orgulho e diminuir o preconceito com o lugar em que as diferenças sociais afloram diariamente.

Com essa maré de bons motivos, há razões para mais reflexão? Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o pesquisador de história social do esporte, Hilário Franco Junior, afirma que um mês de Olimpíada não será capaz de “reverter uma condição de 500 anos” do país. As suas preocupações são claras. Nenhuma nação muda da noite para o dia. As tensões políticas e sociais não vão desaparecer, os brasileiros não se tornaram mais éticos e educados, e o crime organizado não vai declarar paz por causa da festança.

Muitos cariocas, inclusive, se sentem inseguros com tantas promessas de bonança porque muito do que foi prometido no Pan-Americano de 2007, não foi concretizado até hoje. A ampliação do metrô e a despoluição da Lagoa Rodrigo de Freitas são algumas delas. Com a possibilidade de sediar os Jogos Olímpicos, tudo irá melhorar?

Os benefícios ao país são óbvios se esses se manterem após 2016 e não deixarem grandes elefantes brancos parados por todo o Rio de Janeiro. Por esses motivos não há como se definir de um lado ou de outro quando a questão apoiar ou não os jogos no Brasil. O melhor a fazer estar atento às estratégias adotadas pelos governantes ao prepararem a nação para um evento de proporções grandiosas. Além do que já foi falado nesse artigo, não há como esse esquecer a corrupção que poderá sustentar todos os esforços a fim de garantir o sucesso olímpico.

Sendo assim, prefiro concordar novamente com Franco Junior quando ele diz que “temer o desvio de dinheiro público sob o pretexto dos jogos, não é neurose, é simples conhecimento da história nacional”. É esperar para ver.

Anúncios

8 comentários sobre “Olimpíadas 2016: Contra ou a favor?

  1. Muito coerente seu texto. A olímpiada tem aspectos positivos e negativos. Agora a única coisa que sei é que o mascote deveria ser o Blanka do Street Fighter II.

  2. Clara, pode ser que a desforra olímpica (com trocadilhos, por favor) nunca seja atingida. Mesmo assim, o Rio de Janeiro – e o Brasil, talvez – tendem a ganhar ao abrigar, pela primeira vez, os jogos milenares. Isso porque gastos em infra-estrutura, além de manter aquecida a economia do país, são permanentes e servem ao bem-estar da população local. É, sem dúvida alguma, melhor do que inflar as contas da máquina estatal com mais contratações de servidores públicos. Muitos críticos, na intenção de legitimar o apocalipse carioca, evidenciam os estádios vazios de Pequim e Atenas, após o fim dos jogos. Mas não será esta uma visão muito reducionista do que o esporte trouxe de benefícios às sociedades em questão? Além da vantagem social, como você colocou, existe no plano da comitê carioca a ampliação do metrô, a despoluição das praias e baías, a melhoria no sistema de transportes e a revitalização da zona portuária (como ocorreu em Puerto Madero, na Argentina, a duas quadras de distância da sede do governo do país). Em outras palavras, os gastos enumerados não se restringem exclusivamente à edificação de complexos faraônicos e futuras tumbas esportivas. Eles, seguramente, viabilizarão investimentos que talvez nunca sairiam do papel caso a cidade não fosse escolhida como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Mas, a pergunta é pertinente, a que custo? Segundo o jornalão americano The New York Times, a escolha respeitou à pujança da economia. O Brasil, como sabemos, tem aproveitado o arcabouço regulatário que nos permitiu sofrer menos intensamente os efeitos da crise das finanças globais. O jornal afirma que nossa economia, baseada em commodities, tende a crescer expressivamente nos próximos anos. No final das contas, o investimento é de apenas 1% do PIB, longe dos 4% gregos. Ou seja, sinal de bons – e positivos – ventos.

  3. Desculpe pelos erros ortográficos. É fruto da irritação carioca-jornalística com os detratores dos jogos olímpicos de 2016.

  4. Tomara que junto com os jogos Olimpicos, tenhamos tb as Olimpiadas da Segurança, Olimpiadas da Saude, Olimpiadas dos Transportes, Olimpiadas do Meio Ambiente e talves até a Olimpiadas contra a corrupção!!!E todas elas poderiam ocorrer no Brasil inteiro e não so no Rio de Janeiro…Ipana.

  5. Fala Clarinha, tudo bem?

    Legal entrar no seu blog e ver vc abrindo uma discussão tão importante para o esporte brasileiro. Apesar q os Jogos Olímpicos ultrapassam o âmbito esportivo, pq haverá mto dinheiro público na jogada. Querida, eu sou totalmente contra! Sou contra pelo pessoal que está no comando. A msm turma q esteve a frente do PAN, onde o orçamento foi estourado absurdamente de R$ 400 milhões para R$ 3,1 bilhões. Não dá para acreditar no NUzman (presidente do COB) e sua turma.

    Querida publiquei um texto no meu blog criticando e afirmando: RIO 2016: uma derrota para o Brasil (http://esportejornalismo.blogspot.com/2009/10/rio-2016-uma-derrota-para-o-brasil.html)

    Esse pessoal conseguiu superfaturar na instalação de ar condicionado, em furadeiras, parafusadeiras, montagem de colchões. Neste meu texto apresento alguns dados do Tribunal de Contas da União (TCU) que evidencia o rombo no cofres públicos. Por tudo isso sigo sendo contra. Antes de trazer um evento como esse o Brasil precisa criar um política esportiva.

    Bjos moça e sucesso pra vc!

  6. 1a- parte) Sou CARIOCA (no Rio nasci; moro; vivo), assim tb minha família, pais,avós, filhos, neto.. posicionei-me (veementemente CONTRA C-O-N-T-R-A) às olímpidas NO RIO, Não fiquei na posição cômoda de espectadora, mas o único acesso eram alguns blogs fechados (MUITO BEM DEFENDIDOS, mas de 0 cometários e os habituais fale-conoscos). Nada de amplos debates. Isto, até melhor aviso, NÃO EXISTIU. A mídia golpeou o cidadão comum com um "tsunami de: NÃO HÁ ESCOLHA: OU APROVE AS OLIMPÍADAS OU CALE-SE PARA SEMPRE. Sou pessoa muito atenta politizada e participativa. Não consegui assistir UM ÚNICO DEBATE – no RIO naturalmente -, QUANTO à CONVENIÊNCIA OU NÃO da realização das Olimpíadas (no Rio, naturalmente). Agora que foi sacramentado começam as POLÊMICAS .. Antes ERA A OPINIÃO NAZISTÓFILA: OLIMÍADAS??? "AME-A OU ENFORQUE-SE" muito tb ao nosso sabor ditatorial. Democracia? uma farsa. Cidadania? alguém olhou para a minha? Meus direitos de CARIOCA? Onde estão? Os Representantes do COI, na sua maioria, pertencem a países em que todo e qualquer evento – local, que seja -, a comunidade é chamada às urnas, para se manifestar (exemplo: Itália). Uma discussão HONESTA, não tendenciosa, convocaria, em primeiro plano AMBIENTALISTAS (naturalmente os autênticos – compromissados efetivamente com a NATUREZA, não os fisiológicos, é claro), depois urbanistas (não os que acabaram com a Barra, naturalmente), sociólogos (não os FHCs da vida), historiadores e pessoas que tenham legitimidade de representar SEUS bairros (não os donos de jornalzinho de 'bairro' -naturalmente).., entre outros. ..Observo como o poder econômico, lobbies, interesses menores, passaram um rolo compressor sobre a vontade livre; sobre a SAUDÁVEL reflexão; fizeram o papel de convencimento a todo custo a todo preço, aos mais desavisados (a propaganda nazista teve as mesmas características até seus estertores).. E fizeram de um TUDO para carrear gente a Copacabana (é sempre o bairro que leva a culpa): ponto facultativo, show, grande propaganda na mídia (êta herança nazista!!E como ainda dá certo apelos bombásticos!!!Isso só mostra a fragilidade da mente humana e como é fácil o manejo da multidão a QUALQUER IDÉIA: ninguém pára p´ra pensar, sopesar, avaliar com lógica.. APENAS REPETE OS SLOGANS ardilosamente orquestrados. Lembram-se do 'Plano Cruzado'? Ai daquele que não apoiasse. Multidões invadiam supermercados para confiscar a maquineta). Ainda assim, acorreram MENOS PESSOAS na concentração para berrar, nem mesmo os moradores de Copacabana o fizeram. O discurso é sempre igual: chamar – aqueles que são contra – de rabujentos, pessimistas, e até inimigos do RIO (que me desculpem os burros e as hienas, mas refletir é FUNDAMENTAL). O discurso é sempre dinheiro.., ganhos e lucros, vantagens, favores (injeção de dinheiro; lucra a hotelaria; lucra o turismo; lucra o fabricante de bonés & camisetas; lucra e lucra e lucra..dá empregos; economia – sempre gira em torno disso -D-I-N-H-E-I-R-O (qualidade de vida do carioca? que vá para o espaço!!!); vai ser favorecido o setor disso e daquilo…esburacar o subsolo para construir metrô, esburacar esburacar, quebrar quebrar quebrar, modificar, modificar, ônibus com fole (mas que estupidez!!!!); banheiros químicos; banheiros químicos..{a licença ambiental 'atrapalha'?? fácil!!!! modifiquemos a licença ambiental}…. UMA COISA DANTESCA!!!!!!……….. (continua na 2a. parte)

  7. 2a. parte -….continuação)!!!!!!ESTAS OLIMPIADAS SÃO, NA VERDADE, FLAGRANTEMENTE ILEGITIMAS, para início de discussão…(sem debates CLAROSSSSSS; SEM CONSULTA aos cariocas moradores, regularmente aqui radicados por mais de 05 anos (que pagamos nossos impostos aqui; que aqui votamos; aqui sofremos os percaços dos GIGANTESCOS PROBLEMAS DE SUPERPOPULAÇÃO, veículos em demasia, OBRAAAAAAS EM DEMASIA; DINHEIRO EM DEMASIA, tumulto em demasia (É SÓ OLHAR A PROFUSÃO DE BANCOS E AGÊNCIAS – QUASE TODOS ESTRANGEIROS, cujos interesses NÃO CONVERGEM AO FUTURO DO CARIOCA – não sejamos ingênuos…).. que se danem todos os outros que vêem aqui fisiologicamente tirar proveito, 'mamar', sugar e sujar, pisar sem se incomodar com crianças de rua, miséria (quanto mais grana mais miséria); milicias sempre crescente; bandidagem; tiroteio sempre crescente; hospitais públicos abandonados; escolas ignoradas, chacinas, sequestros em domicílio.. saidinhas de banco numa quantidade espantosa; mal cheiro (o fedor campeia) .. Nos eventos de envergadura …varrem-se os mendigos, crianças de rua para longe do Rio.. ACABADO O EVENTO mandam de volta em dobro.. São conhecidos os Anjos que estiveram em Kopenhagem advogando a causa (e-m f-a-v-o-r d-o R-i-o [?!?!]). Quem são os patrocinadores? Banqueiros; grandes empresas de fast food, bebidas químicas/alcoólicas (uma visão completamente distorcida, deturpada, desfigurada das originais Olimpíadas, da qual só foi usurpado o NOME…o resto…(%$#%$$#%@%) As pessoas não vêm e NÃO QUEREM VER POR OUTRO FOCO, POR OUTROS ÂNGULOS; PELO LADO DA SERIEDADE, DA RESPONSABILIDADE DO QUE ESTÃO nos I-M-P-O-N-D-O ..estamos CANSADOS DE OBRAS (túneis, emissários submarinos), lixo, DE DESMATAMENTO.. NÓS CARIOCAS, Só queremos tranquilidade e paz. Só queremos que as obras que já duram décadas – terminem, que as calçadas sejam devolvidas ao pedestre, que a orla fique limpa de comércio e de banheiros químicos, que o povo seja EDUCADO para manter o ambiente saudável, parar com edificações, esburacamento do subsolo, dos morros: NO RIO JA NÃO CABE UM ALFINETE!!!CUMPRIMENTO DAS POSTURAS MUNICIPAIS (É PARA ISSO QUE O PREFEITO É ELEITO). CHEGA DE OBA OBA!!!NÃO CHEGA CARNAVAL? NÃO CHEGA REVEILLON? QUEREM TRANSFORMAR O RIO NUM PALCO DE EVENTOS??? FORA TODOS VOCÊS!!!!Os Europeus estão empurrando para nós todo o indesejável: pneus velhos, urânio usado, lixo tóxico e letal, sucata de usina nuclear; sucata de submarinos/ aviões. Eles sempre conseguem manobrar .. Fico imaginando a negociata que deve ter rolado por trás (pré-sal? Amazônia? a história contará …daqui a 50 anos)…nossa atitude ainda não passou de ingênuos indigenas que aceitavam espelhinhos e continhas coloridas em troca da PINDORAMA. Derradeira observação: Meninos de Rua do Rio de Janeiro são vendidos por 1000 dolares a ricaços europeus para serem DEPENADOS COM FINALIDADE DE TRANSPLANTE (denúncia da UNICEF, divulgada em programa na RAI)…LINDO NÃO??? E AS HIENAS CONTINUAM RINDO À-TOA.. [sejam Os patrocinadores visíveis e invisíveis (BRADESCO, COCACOLA, MACDONALDS, BRAHMA, BAND, GLOBO etc)].

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s