São Paulo


Para se ter vontade de sair de São Paulo, basta esperar para tomar essa decisão no momento em que fizer o caminho do trabalho para a casa. São Paulo consegue ser irritante, imprevisível e difícil. Os guarda-chuvas não agüentam, os pés fazem bolhas, o sono é perturbador. A bagagem é pesada, o cansaço não dorme. O trabalho é intenso. A música é de estações de rádio fora do ar, de motor e de gente que não escuta. As pichações ensurdecem, os celulares falam sozinhos, ninguém vê, só anda.

Para gostar de São Paulo, basta acordar cedo em um dia de sol. Em que a lua se atrasa e se chateia por ter que ir embora e perder aquele momento que vai levar todos às ruas. São Paulo é cheio de tanta coisa que inspira. Ela é sólida e capaz de nos fazer querer escrever um texto novo a cada vez que chegamos em casa. Ela observa e dá dicas em silêncio. Amarra os barbantes e mostra que seguir a intuição é sempre o que nos leva adiante para o bem e para o que tem que ser feito.

Eu moro em São Paulo. E você?

Anúncios

3 comentários sobre “São Paulo

  1. Lindo texto! Moro nas duas São Paulo. E acrescento uma, das noites de boemia, quando as mesmas pessoas que se esbarram maleducadamente de dia estão carentes por conversas bestas na mesa de um boteco qualquer na Vila Madalena, Mariana, Maria e outras tantas mulheres que concedem seus nomes para, de alguma forma, por um pouco de ternura nessa selva de pedras.

  2. É a cidade dos extremos, o conceito de equilíbrio se perde em meio a tantas atividades sendo efetuadas simultaneamente. No meio tudo isso há espaço para você se perder e/ou se descobrir. Eu diria que trata-se de uma vida adoravelmente estressante.

  3. São Paulo é onde tudo acontece ao mesmo tempo e agora.

    Qual é o outro lugar do mundo que, em uma sexta-feira de Carnaval, lota um sambódramo, entope de carros todas as estradas, avenidas, ruas rumo a praia e ainda deixa uma Livraria Cultura do Conjunto Nacional parecendo o entorno de um barraca de pastel de uma feira-livre de domingo?

    É por isso que é bom demais morar e viver aqui.

    E ainda ser a única cidade do mundo que mede índice de congestionamento! Sim, nós podemos (e temos) que fazer isso!

    hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s