O dia em que eu não gostar mais de você

O dia em que eu não gostar mais de você será fácil para mim. Difícil para você.

Você vai acordar de manhã e perceber que eu não deixei nenhum bilhete. Mesmo assim, você vai se lembrar.

O jornal estará na porta, não mais folheado no meu colo.  Leia em voz alta ou poderá até pensar que ouve o meu timbre disfarçando os “erres” e camuflando o sotaque.

O dia em que eu não gostar mais de você, não compre mais tortas de morango quando for à padaria. Fite-as, pense na minha vontade e leve apenas os seus pães.

Não deixe suas calças jeans sem botões em cima da minha mesa, a costureira poderá arrumá-las.
Fume o seu cigarro, misture vodka com qualquer coisa. Pule as refeições, jante leite. A gente não vai mais brigar.

O dia em que eu não gostar mais de você, tente esquecer o meu perfume adocicado e por vezes enjoativo. O problema é que só de pensar em esquecer, você vai se lembrar.

Apague o meu telefone do seu blackberry, você tem registrado na cabeça.
Jogue os meus colírios fora e as minhas cifras de violão espalhadas pelo chão, antes que até deles você sinta falta.

O dia em que não gostar mais de você, não ligue o rádio. A nossa música pode tocar e você vai se lembrar.
Seja esperto, saia com os amigos, diga que você nunca se apaixonou e neste momento lembre-se, que se eu pedisse, você voltaria para mim.

Treine o seu inglês intermediário com um programa automático da internet. Eu não vou te corrigir.
Alugue seus DVDs de ficção e cuidado para não sentir saudades dos meus melosos dramas românticos.

Tome sorvete de creme, nem pense no de limão.
Se estiver caminhando pela rua e ver um labrador passando, cuidado para não se lembrar que este é o meu cachorro favorito.

Visite as páginas nas redes sociais da web e reveja as minhas fotos 20, 40 vezes. Tente não fazer isso muitas vezes ao dia, a lembrança pode não te fazer bem.

O dia em que eu não gostar mais de você sinta-se livre. Este é o seu momento.
Aproveite-o com vontade até o dia em que perceber que você não vai conseguir. A todo instante, você vai se lembrar.

Anúncios

7 comentários sobre “O dia em que eu não gostar mais de você

  1. O dia em que eu não gostar dos seus textos será quando eu estiver insana.

    Amor, estou sem palavras para comentar, sério.

    Não sei se foi o destino ou a saudade de ler algo seu que me fez clicar neste link no msn. Mas o melhor é que não me arrependi.

    O texto é muito bom. Marcante, impactante, escrito com revolta, mas ao mesmo tempo com lembranças, sentimentos.

    Não sei se é bom ou ruim, mas senti que estava lendo um texto meu.

    Demais….

    Estou com saudades….

    Beijos

  2. Como prometido, estou aqui comentando, Clarinha!
    Gostei bastante do texto, até porque ele é bem verdade. Afinal, acho que todo mundo já deixou de gostar de alguém ou já deixou de “ser gostado” pra poder compreender cada linha do seu texto!

    Escreva mais vezes!!

    Um beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s