para quem gosta do que faz

O melhor de ser jornalista é entrevistar pessoas apaixonadas pelo o que fazem. Apaixonadas é uma boa palavra quando se fala de Rejane Cantoni, Leonardo Crescenti e Marcelo Pontes. Eles colocam ideias fantásticas, quase impossíveis, nas ruas de cidades do mundo todo. E para elas darem certo, eles têm que gostar.


O trabalho ocupa tanto tempo das horas, do esforço e do pensar que para a vida dar certo, você também tem se apaixonar por ele e oferecer o melhor que você puder.

Anúncios

2 comentários sobre “para quem gosta do que faz

  1. Vc está mais à vontade diante da câmera e dos entrevistados do que a Regina Casé. A expressão das pessoas durante as entrevistas é reflexo do seu poder de mais instigar do que perguntar. Eles ficam com vontade de falar de uma forma como se estivessem ‘descobrindo’ o que queriam dizer naquela hora. Seu texto está limpo. Parabéns ao Eduardo Dias pela edição e a você, jornalíssima!

  2. Nossa, é simplesmente sensacional o túnel. Como ele é perfeito, não só esteticamente como matematicamente também.

    E a idéia genial feita na igreja, chamando a atenção das pessoas para um lugar que, sem aquela arte digital, provavelmente não seria notado como deveria?

    Perfeito. A verdadeira prova de que todo trabalho é uma Arte.

    Parabéns pela ótima matéria, Clarinha. Este “foca” que vos escreve agrade.
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s