minha irmã fez 30 anos.


Minha irmã mais velha vai completou 30 anos. E 30 parece tanto quando a gente tem 15, 16 anos. E na verdade é tão pouco. Tão pouco pra entender essa vida. Tão pouco pelo o que a gente ainda quer fazer juntas.

Eu sempre digo a ela que ela está pronta. Pronta pra tudo. Porque enquanto eu gosto de ser cuidada, ela gosta de cuidar, de falar, de se preocupar. Minha irmã é racional quando me acabo na emoção.  E é para ela que eu ligo todas as manhãs. E às vezes de tarde. E sempre à noite. Não tem essa de ficar sem se falar com a gente. É todo dia, é natural.

Ela é puro coração. Minha segunda mãe absolutamente. Ama e vivencia sem medo quando eu encaro o papel da razão e tento controlar cada momento e prever o futuro.

Ela não preve o futuro, ela é o presente. Dia após dia. E isso é o que eu mais gosto dela. Minha irmã não sofre por antecipação. Ela tem equilíbrio. Essa coisa de ansiedade, que acaba com a gente, tira o sono e derruba? Ela não tem. Ela é a calmaria. Não cria problemas, neuroses ou dúvidas existenciais. Minha irmã vive.

De vez em quando, a gente se pega pensando como é que pode 5 anos de diferença não fazerem diferença alguma. Eu com 25. Ainda me sinto tão pequena. Ela com 30 e ainda tão pequena. Nós duas. Que sentimos falta, buscamos, tentamos entender tanta coisa. Esse monte de mundo cheio de gente, que por vezes nos completam e por outras tantas faltam.

Minha irmã fez 30 anos e o nosso futuro embora seja uma surpresa, será sempre nós.  Outro dia, conversando no telefone de religião, crença em deus e coisas do tipo, eu não sabia muito o que dizer. Ela também não. E sem saber no que acreditarmos, falamos ao mesmo tempo: pensamento positivo, vai dar tudo certo, vamos em frente, vamos tocando, é assim que as coisas acontecem.

É isso que somos. A auto-ajuda de nós mesmas. Melhores amigas. Sortudas de, em um mundo com tanta gente, estarmos na mesma família, com a mesma infância, história, sangue e amor. Eu tenho a ela e ela tem a mim. E eu só posso desejar felicidade, bons amigos e alegria a ela. Sempre alegria. Isso que ela já esbanja de monte, todos os dias e que me faz sempre querer estar com ela.

Parabéns, por esses 30 anos tão bonitos, Laris.
E obrigada. Por tanta coisa que você sabe bem o que é. Por segurar as pontas, pelas mensagens, companheirismo e amizade. Por estar tão presente em um mundo tão grande. Eu te amo muito.

obs: na foto, ela é a da direita.
eu no meio com elas sempre ao meu lado.

Anúncios

4 comentários sobre “minha irmã fez 30 anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s