sobre saltos.

tem um nova vizinha, no andar de cima.
e todo dia às 5 da manhã ela começa a andar de salto pela casa inteira, se preparando para ir trabalhar.
na cama, o barulho do salto me desperta dentro de um sonho meio acordado que diz:
– tomara que ela perca o emprego / tomara que ela nunca mais use esses saltos para trabalhar.
pensei em deixar um bilhete embaixo da porta: – oi, eu sou do 72B, você pode colocar os saltos só quando sair de casa? / mas aí corro o o risco de ela se uma daquelas vizinhas que atiram nos outros vizinhos sem conversar.
– veja bem, tá frio, tá cedo,
fique com seu emprego, seus saltos, mas me deixe dormir mais uma horinha.

(talvez eu tente mesmo um bilhete)
e que raios de vantagens existem em morar em apartamentos.
ah se fosse uma casa, com uma pitangueira no fundo. sem saltos, sem vizinhos no andar de cima.

saudade de casa.
já tô precisando de novo.
me espera.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s