A fantástica chuva de pétalas

Eu já falara em um post anterior sobre a viagem que fiz para Holambra na festa das flores, que acontece 1 vez por ano lá. Hoje venho trazer o vídeo que finalizei ainda agorinha. Emoções, pulos e gritaria na ocasião – que faz chover milhares de pétalas sobre o público. Quem conseguir pegar uma delas antes que caia no chão, tem todos os seus sonhos realizados.

Anúncios

para quem gosta do que faz

O melhor de ser jornalista é entrevistar pessoas apaixonadas pelo o que fazem. Apaixonadas é uma boa palavra quando se fala de Rejane Cantoni, Leonardo Crescenti e Marcelo Pontes. Eles colocam ideias fantásticas, quase impossíveis, nas ruas de cidades do mundo todo. E para elas darem certo, eles têm que gostar.


O trabalho ocupa tanto tempo das horas, do esforço e do pensar que para a vida dar certo, você também tem se apaixonar por ele e oferecer o melhor que você puder.

a melhor coisa do mundo.

EAT from Rick Mereki on Vimeo.

Três amigos viajam pelo mundo captando tudo o que comem, bebem e experimentam. Recebi este link no meio do trabalho e fiquei tão entusiasmada com o vídeo que não o tirei da cabeça o dia todo. Viajar e registrar toda essa vontade de viver e provar em belas imagens. Tem coisa melhor do que isso?

só de assistir eu já quero ir viajar.

vamos?

* Aumentem a tela na hora de assistir, é melhor. A dica foi dada pelo querido amigo Caio Nunes Cardoso. 

Crônica de imagens

É quem é que disse que crônicas são construídas apenas por palavras? Esta abaixo, que acabei de finalizar, é feita de imagens, sons, frio, verde, vinho e pessoas. Eu gosto, dá vontade de viver tudo novamente.

*captação feita em julho de 2011 / Santa Catarina (São Joaquim e Florianópolis)

Vídeos para a web

A todo momento questiona-se o estilo de vídeo para web. Ao mesmo tempo, eu me questiono se esse novo formato existe. Afinal, algo que não pode ser como TV mas que também não pode fugir do estilo de contar uma história com começo, meio e fim, seria o quê?
Até hoje ainda não encontraram o formato da reportagem para a web. O que se sabe até agora é que a duração do vídeo tem que ser curta, afinal, os internautas navegam com dez janelas abertas ao mesmo tempo e um vídeo de 15 minutos não tem espaço na rede.

Esses dias encontrei um que acredito ser muito próximo de um bom formato para a web, o que não impossibilitaria a sua exibição em uma TV.

Descobri o achado no twitter do @riqfreire, turisma profissional que escreve para o Guia do Estadão e revistas de viagens. Ele fez uma série para o site hoteis.com e o resultado é muito interessante. Há um cuidado na sua realização que não se vê em vídeos para a web.

O uso de filtros nas imagens, colocados no próprio programa de edição dão um visual muito atraente. Além disso, a dinâmica do ‘contar a história’ é divertida, tem ritmo e não perde graça em nenhum momento.

Esta não é a única possibilidade para a web, mas é interessante, funciona e cativa.